domingo, 12 de setembro de 2010

Amor, acorda!

Eu tenho um sonho,
gato e cachorro numa só casa,
saias e ternos numa só escala.

Eu tenho um sonho,
achar a bendita agulha no palheiro,
brancos e negros num só gueto.

Eu tenho um sonho.
Princesas e plebeus se tocando,
louboutines e Chinelos num só canto.

Eu tenho um sonho, 
a extinção do vermelho.

A predominância do branco.
Logo alí, no Rio de Janeiro.

Eu tenho um sonho,
verde em abundância,
amarelo dentro do bolso,
e reconforto no coração.

Eu tenho um sonho.
Quero amor.
Eu tenho um sonho.
Abrigo dos extremos num só manto.


Ana Lima

3 comentários:

Camila. disse...

Esses sonhos, ah.. esses sonhos..
às vezes tão bobos, tão fáceis de ser reais mas as pessoas fazem-nos ficar dificeis. Ah.. esse mundo atual. Aonde será que vamos parar hein? Mas aconteça o que acontecer, os sonhos continuam né?! e por falar em sonho, seus posts são um sonho *-*'

Ana Lima disse...

Camila sempre tão doce!

Y. Abayomi disse...

Senti um pouco de luther king nisso, hein ;)