segunda-feira, 26 de julho de 2010

Querida Liliane



Deixe que corra
que interrompa, que ensandeça...
Não me preocupo, deixe que permaneça.

Deixe que o fogo se alastre,
que o espinho se instale
e que o doce amenize.

Deixe que o mais belo quadro, se exponha
e que o ser mais insano se identifique.

Óh mãe, deixe que haja paladar e prazer
visão e olho nu, afeto e tato.
Deixe que morra suposições e haja fatos.

Deixe que haja flores,
dançando com as demais
em meio ao vento.
Peço-te, deixe que haja movimento!

Deixe que haja renascimento,
inconstância e desafio.
Deixe que se plante lírios.

Desejo agora
que haja frescor.
Sendo brisa ou ventania,
Deixe que haja amor.

Ana Lima

3 comentários:

Paula Albuquerque disse...

só deixa, deixa estar !
INSPIRADOR =D

Aymê disse...

que niiiindo *_*

Camila. disse...

ANAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAAA..
ameeeeeeeeeeeeeeeeeeeeeei!!!
como assiiiiiiiiiim.. amei muito, sério!
engraçado, tava falando hj que tenho lido uns blogs que tem uns posts mto chatos e que eu tava até perdendo a animação pra ler.. aii chega vc com esse post maravilhoso..
até me reanimei!
gostei mto mto mto mesmo viu!?